10 dezembro, 2015

Recriando



O Fotógrafo Soela Zani dá nova vida às pessoas portadoras de Síndrome de Down, recriando pinturas famosas, sob o lema "cada ser humano é uma obra de arte"



Thomas Gainsborough - Master John Heathcote

Sir Henry Raeburn - Boy and Rabbit

 Eduard Manet- The Fifer

Kole Idromeno - Sister Tone

Pablo Picasso- Arlequin


Sir Joshua Reynolds - Miss Bowles and her Dog

09 dezembro, 2015



Fizemos um Bolo de Mel e Canela! 
Queremos todos misturar, bater e provar...
Desapareceu num instante porque estava mesmo delicioso!

12 novembro, 2015

Magusto na nossa escola


Mais uma vez celebrámos o Dia de S. Martinho e comemos muitas castanhas.
Na sala fizemos uns cartuchos com castanhas...a fingir!


26 outubro, 2015

Dia da Biblioteca Escolar

A manhã deste dia foi passada na Biblioteca da nossa escola, com o escritor Pedro Seromenho. Contou-nos com muito entusiasmo algumas das suas histórias e com um traço simples e veloz desenhou para nós.


16 outubro, 2015

Dia Mundial da Alimentação

 Dia Mundial da Alimentação celebra-se anualmente a 16 de outubro, data em que se assinala a fundação da Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO), organismo responsável a nível mundial pelas questões da alimentação. 

Este dia tem como principais objetivos:
  • Aumentar a consciência do público; 
  • Disseminar informação; 
  • Alertar para a segurança alimentar; 
  • Mobilizar a opinião pública e angariar fundos para a luta mundial contra a fome.


Quanto a nós , passámos a semana a falar de alimentos " amigos" e daqueles que não nos fazem tão bem, fizemos muitas atividades debruçando-nos sobre os mesmos, confeccionámos um delicioso sumo de maçã e acrescentámos-lhe uma pitada de canela e ouvimos, durante a semana,  uma história muito engraçada sobre um leitão que não gostava de "sopa verde".....






23 setembro, 2015

Chegou o Outono!




Tipo de letra "Disléxico"


O inglês Daniel Britton, criador do tipo de letra " Disléxico"  nunca pensou que a mesma fosse alvo de tanto interesse em pouco tempo.
O projeto teve como objetivo promover a consciencialização para a dislexia e foi desenvolvido na Universidade, no London College of Communication. Sendo disléxico, Daniel não teve necessidade de despender muitas horas a investigar.

 " O problema é que a dislexia é um assunto pouco consensual. Todo o material existente era e continua a ser muito básico, não transmite nenhuma emoção, pelo que quis recrear a sensação da leitura com dislexia, tentar colocar os outros dentro no nosso problema. Por isso,  criei um tipo de letra que é quase ilegível para que abrandasse o ritmo de leitura dos leitores não-disléxicos e em troca recrear a frustração, o embaraço da leitura sob esta condição.

Quando terminei este trabalho fiquei muito contente com ele. Quando o mostrei a alguns amigos reagiram  assim : " Ahhh agora percebo!" 
Depois de anos a tentar explicar como é, mostro um poster e este faz o trabalho por mim, fiquei tão feliz pois as pessoas estavam finalmente a entender.

( reading slower than normal?)



danielbritton.info

17 setembro, 2015

Kim Kwang Min & Yirum

Voltámos!...com a mochila às costas mas ainda a cheirar a férias.
...e há mais um menino!

10 junho, 2015

03 junho, 2015

Motricidade...

Surgiu na Itália em 1976. Este brinquedo é formado por uma bola de plástico de forma oval com abertura no centro, por onde passam duas cordas de nylon.
Nas extremidades de cada corda ficam as pegas que cada jogador segura e usa para movimentar a bola.                                                      
Esta brincadeira serve para exercitarmos os braços!


23 abril, 2015

Outro dia fora de portas...



...o que nos permitiu apreciar o sol quente,  sentir os odores intensos
 e as cores vivas da Primavera!

Na Quinta de S. Luís , Castelo Branco, fomos recebidos 
cordialmente por todos ...





...fizemos pão e aprendemos algumas coisas sobre a vida das abelhas.
Regressámos cansados!

09 abril, 2015

Tivemos uma visita inesperada....


...um bichinho muito engraçado que carrega a sua concha para todo o lado. Os caracóis não têm audição e para se orientarem usam o tato e o olfato. Para isso usam todo o seu corpo e as antenas mais pequenas. Nas antenas maiores estão os olhos, que pouco lhes servem já que, também, vêm mal.
Podemos encontrar estes pequenos animais nos jardins e hortas, pois aí encontram o seu alimento.